Beleza e Saúde

As 5 Regras de Ouro do Emagrecimento

04/09/2018

Está a tentar emagrecer e não consegue? Veja de onde vem o problema, confira se possui as 5 regras básicas para conseguir atingir o objectivo pretendido: perder peso!

Esteja ciente de que o ideal, além de comer de forma moderada é praticar exercício físico, uma atitude necessária e consciente. Não tem paciência para ir ao ginásio? Crie o seu ginásio em casa! Não invente, nem encontre desculpas para não o fazer. Aproveite o Verão para longas caminhadas, mexa-se!

Não pense nem acredite, como muita gente, nas pílulas de emagrecimento milagrosas e que toma-las basta para emagrecer, sem ter de alterar hábitos alimentares e o estilo de vida!

Antes de começar o “processo” de emagrecimento, confira que está mentalmente e fisicamente preparado para tal.

5 Regras básicas

1-) Avalie se fisicamente não possui algum problema

O ideal seria antes de emagrecer, consultar um especialista. Além de o aconselhar certamente lhe passará uma série de exames, para comprovar que não tem qualquer problema impeditivo de iniciar o processo.

Se o seu organismo funcionar de maneira correcta, deve responder, a seu tempo (não queira numa semana ver resultados) a uma mudança dos hábitos alimentares, sem esquecer o exercício físico. Se por acaso já começou o processo sem consultar o médico e não vê resultados está na altura de o fazer. Avalie primeiro a problema!

2-) Como estão as suas emoções?

È preciso que tenha alguma estabilidade emocional para que tudo corra bem. Um desgosto, uma ansiedade, o próprio stress de um dia que correu menos bem, pode levar-nos a uma compulsão alimentar. Desde sempre que ouvimos expressões do género “engordo com os nervos pois só como”!

Tudo serve de pretexto para comermos, quer seja para festejar ou afogar as mágoas, a comida está sempre lá a servir de “apoio” em qualquer emoção. Outras doenças muito presentes actualmente e prejudiciais são a  depressão e transtorno bipolar, que têm forte impacto sobre a perda de peso. Todos estes problemas podem ser tratados, com a ajuda do médico.

3-) Discipline-se!

Reorganize a sua vida. As suas rotinas vão ter que ser alteradas. Terá de além de incluir o exercício físico na sua vida, alterar e reeducar os seus hábitos alimentares. Não é fácil! O sucesso dependerá da sua atitude perante estas mudanças. Para o ajudar anote tudo para não esquecer e vá se adaptando.

4-) A ajuda da família

Não quer certamente que a sua família mude os seus hábitos alimentares por sua causa, mas também não quer que lhe dificultem a vida! Ainda para mais se forem daqueles sortudos que podem comer de tudo, não precisam de faze-lo na sua frente! É importante que a família esteja ciente e contribua com a sua decisão de emagrecer, de modo a facilitar o seu processo.

5-) Caiu em tentação? Não se martirize!

Fazem parte os pequenos deslizes e recaídas. Não pense que é por isso que não vai emagrecer. Se acontecer compense no exercício físico e mantenha-se focado no processo e finalidade: vou emagrecer! Força!

6-) Aprenda receitas novas

Sempre bom aprendermos receitas novas e saudáveis. Dessa maneira nos sentiremos com mais ânimo e mais dispostos para enfrentar os desejos e recaídas. Quanto mais comidas gostosas e saudáveis você tiver em seu repertório, mais fácil será balancear sua alimentação e, consequentemente, mais fácil será emagrecer. Recomendamos o site Sekyfoods para nossos leitores que desejam se aventurar no mundo das receitas fáceis e saudáveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *